ITAMBACURICOPOLIS

Itambacuri 2008, o verdadeiro resultado

Eleitores 17.897

  • Henrique – 4.333 – 24% do total de eleitores

Em um bizarro discurso de vitoria o verdadeiro prefeito de Itambacuri, Dr. Jackson, falou em uniao, mas deixou claro, em suas proprias palavras: “Aqueles que me apoiaram tem prioridade”. Isso sob os olhos da Santa e do clero, e nenhum “JORNALISTA” da radio Sao Francisco questionou o que isso quer dizer em termos praticos para o povo de Itambacuri. O Dr. Jackson controlou Natalino, agora vamos ver se controla Henrique tambem.

Henrique falou em vitoria “Democratica”, bem, com 24% de aprovacao e com o Dr. no cangote, eu desejo Henrique muita forca para tornar Itambacuri em uma cidade de TODOS.

Antes da eleicao eu ja havia dito para muitos amigos que Henrique e Dr. Jackson nao passaria dos 25%, deveria ter apostado.

  • Vicente – 3.787 – 21% do total de eleitores

Quase, mas nao foi o suficiente, talvez por ter apostado tanto em uma politica complicada. Nao foi bem Henrique quem ganhou esta campanha, foi na verdade Vicente quem perdeu, Vicente hoje olha para o resultado sem acreditar na matematica politica, em pareo com seu resultado para deputado, Vicente viu na verdade seu prestigio encolher, espiando o passado ele hoje talvez entenda que deveria ter empunhado sua espada mais cedo ao inves de ter se enveredado em tantas estrategias vazias e enganadoras. O universo somente conspira ao nosso favor, quando nos, conspiramos a favor do universo.

Entendam, em numeros arredondados, a trajetoria dos resultados de Vicente:

1.000 votos – Vereador – Belo Horizonte

para cada voto que um vereador conquista na capital, ele devera no minimo triplicar o resultado em uma campanha para Deputado estadual.

3.500 votos – Deputado Estadual – Minas

De acordo com a matematica politica, esse resultado coloca Vicente com apenas 1.6% acima do minimo esperado.

3.700 votos – Prefeito – Itambacuri

A matematica politica preve um crescimento de no minimo 20% aos votos que o candidato a Deputado conquistou na cidade caso o candidato deseja disputar a prefeitura. Como podem ver, de acordo com a expectativas normais, Vicente precisaria de 4.400 votos para atingir a linha do minimo previsto par auma trajetoria em crescimento.

Como havia previsto aqui, a nave de Vicente nao levou seus passageiros a lugar nenhum, pelo contrario sua nave recuou 15%. Vicente agora precisa ensaiar uma nova atitude caso pretenda continuar na politica.

  • Humberto – 2.999 – 16% do total de eleitores

Um resultado consideravel para Humberto, e necessario agora que Humberto se torne mais aberto a ideias e posicoes, creio que Humberto usara sua inteligencia politica para criar em Itambacuri uma nova plataforma politica, uma oposicao organizada,Humberto e Adalto tem muito trabalho pela frente, a saida desse impasse politico resta nas suas maos.

  • Ataliba – 1.004 – 5% do total de eleitores

Talvez o resultado mais importante em 2008, o fim de uma era. Ataliba merecidamente sai da cena politica, durou, mais chegou a hora da grande verdade, Itambacuri tinha duas pedras no sapato, uma chamava-se Ataliba Jose de Magalhaes, a outra chama-se Dr. Jackson Perdigao.

  • Votos Nulos e Brancos – 0.7%
  • Abstencoes – 23%

Alarmante, preciso de mais estudos para comentar esse fenomeno, mora aqui muitas respostas que procuramos.

Silene ou Adalto? Humberto ou Vicente?

Nas últimas semanas muitos leitores me perguntaram sobre a minha posição quanto a política de Itambacuri 2008, a resposta é simples, estava indeciso. Descartando claro qualquer possibilidade de apoiar Henrique e a dupla Perdigão ou Ataliba e sua alienação.

Nao é novidade alguma que sempre achei que Silene deveria ter saido com candidata a Prefeita,pois é Silene que realmente traz a bagagem necessária, não para mudar Itambacuri, mas para colocar Itambacuri nos trilhos da mudança. Apesar de Silene arrastar com ela uma política antiga que seu candidato representa, será um avanço te-la como Vice, com ela temos a certeza que no minimo, o executivo cumprirar seu papel constitucional, controle financeiro e respeito institucional, fatores pouco visto em nossa
cidade, e extinto na última administração.

Outra alternativa, e por motivos igualmente importantes, temos a escolha de ter Dr. Adalto como Vice, Adalto representa a elite sim, mas uma boa elite, honesta, preocupada. Sempre tive muito respeito pela familia Ganem e tenho certeza que Adalto tambem irá representar o executivo de forma constitucional, indo alem do que o cargo exige, defendendo os principios que sustenta sua familia, Adalto assim como Silene, trabalhará pesado para colocar Itambacuri de volta nos trilhos.

Independentemente dos respectivos prefeitaveis, Silene e Adalto representam a chance que Itambacuri precisa e merece.

Nesta equação politica com fortes candidatos a vice, temos a escolha: Vicente ou Humberto.

Se a família é importante na hora de votar, é aqui que as águas se misturam e dividem, representando a mesma familia. Paradoxalmente é Humberto quem espelha melhor os valores da casa dos Guedes. Diferente de Vicente, que faz uma política maquiada e retrógada, Humberto e criticado por ter aliados pouco confiaveis, pronto, assim sanando a fraqueza de sua campanha, ele provou que tem força o suficiente para instalar suas convicções políticas, governando sem ser governado, no mais, seu CV e cristalino.

Ja Vicente escolheu entre os seus proprios a sua primeira vitima política, com ajuda de seu pai, Vicente injetou veneno na arteria política de seu Tio Humberto, simplesmente para engrandecimento próprio, em um espaço de dois anos Humberto morreu e renasceu politicamente, tudo mudou, mesmo assim ele usou de sua inteligencia política e respeito para se levantar, provando ser um forte candidato, alguem em que se possa confiar.

Alguns de voces irão dizer que fiz o mesmo com meu Tio Ataliba, mas a diferença é que: Ataliba foi condenado pelos seus podres atos, Humberto foi traído no íntimo, por ganancia ao Podre Poder.

Portanto meus caros, gostaria que a historia fosse diferente, que Silene estivesse aliada a pessoas como Adalto e Humberto, mesmo confiando em Silene, não estou preparado a eleger um candidato de carater tão fraco.

Portanto escolho Humberto para prefeito.

Desculpe pelos erros da Lingua.

Rubens Luiz de Magalhães Filho

Vila Itambacuri

Quando vi esta chamada para uma reportagem no G1:

“Vila em MG recebe moradores 1 vez por ano”

pensei que estavam falando de Itambacuri, ai pensei…..

” Vila em MG recebe moradores 1 vez a cada 4 anos”, descreveria melhor…..

Gente, vamos ficar de olho no cadastro eleitoral e denunciar, a eleicao esta perto

procure seu partido e registrem-se como fiscais, se querem ganhar esta campanha

organizem-se no lado da lei e vamos exigir da lei o seu cumprimento.

Itambacuri 2008, nao a molecagem politica!

Que politicazinha e esta que querem nos passar?

Muita calma nesse momento,

Ataliba caiu do cavalo e estrepou na propria armadilha, sua candidatura e inviavel ao mesmo tempo que irresponsavel, nao aponta para o futuro, apenas nos acorrenta ao passado.

No mesmo tom, e por motivos obvios, tambem sai de cena Henrique, inacreditavelmente, Henrique inicia sua carreira politica no eterno presente, sem enchergar o verdadeiro futuro, ele beija a podridao atual.

A corrida continua entre os outros, que possuem qualidades e competencias semelhantes, e ao mesmo tempo apontam rumos diferentes, um otimo alimento para o debate equilibrado, finalmente temos escolha.

Fim com os Atalibas, Jacksons, Natalinos e Fernandos da vida, assim como os Dilsons, Rosanas e Ednas que nos enganam e artimanham, “ridiculos tiranos” em busca do podre poder.

Itambacuri 2008, nao a tudo isso!

Chupa essa manga doutor

Queridos de Pasargada, leiam abaixo a resposta que vos espera ao tentarem tirar o Itambacuricopolis do ar.

Resposta da WordPress a censura.

Em virtude das notícias recentes a respeito do possível bloqueio do WordPress.com no Brasil, nós gostaríamos de compartilhar algumas informações sobre caso e nossa resposta.

Um juiz brasileiro determinou que um blog hospedado no WordPress.com deveria ser bloqueado no Brasil. Uma associação local de provedores de serviços de Internet mencionou que isso seria feito por meio de bloqueio de endereço IP, algo que comprometeria o acesso ao WordPress.com no Brasil e não bloquearia o blog.

Apresentamos uma petição na segunda-feira, explicando, em síntese: a) como nosso serviço funciona; b) nossos termos de uso e as leis norte-americanas se aplicam ao conteúdo hospedado no WordPress.com; c) não aceitamos censura e não removeremos o blog a não ser que ele viole nossos termos de uso; d) quais são as melhores formas de lidar com o bloqueio deste blog no Brasil sem comprometer o acesso ao WordPress.com.

Os termos do processo judicial são confidenciais e não podemos revelar todas as informações que gostaríamos neste momento, tais como o nome das pessoas envolvidas e o endereço do blog.

Somos representados neste caso por Marcel Leonardi, advogado, professor de direito e pesquisador de temas de Direito e Internet no Brasil. Ele está trabalhando no caso gratuitamente, em nome da
comunidade WordPress.com.

Esperamos resolver este assunto dentro dos próximos dias e manteremos vocês atualizados.

(My apologies if I messed up the formatting of any of the Portuguese above.)

Leiam o pressnote oficial da WORDPRESS no link abaixo

http://en.blog.wordpress.com/2008/04/30/wordpresscom-in-brazil/

Silene e Obama

Assim como Obama, Silene tambem conquista a cada dia o apoio do povo e dos superdelegados.

Extra

a verdade mora em Itambacuri e se chama verdadesejadita123, mas e segredo de campanha, pelo hotmail so encontrei seu IP , isso mesmo, contratempos do mundo virtual. Mas e bom saber que a verdade anda por ai.

Foram apenas alguns minutos

Ola Prefeitaveis, a carta esta na mesa, agora temos escolhas, boa sorte a todos, encontraremos novamente no dia 2 de Agosto como sempre, ate la.

Silene aceita ser Vice, mas PT quer a proxima administracao

Acabou o primeiro puxa e estica da campanha 2008, depois de muitos meses de embate e crescimento dos dois lados,
o grupo de Vicente finalmente conseguiu fechar com o PT para disputar a proxima eleicao, agora esta confirmado, Vicente para Prefeito e Silene Vice Prefeita.
Como tudo na politica, esse foi um casamento de interesses,de um lado Vicente estava com a nave montada ( e cheia de cacique) mas sem combustivel, do outro lado Silene e o PT
com plutonio em abundancia mas pedalando de bicicleta. Silene adiciona a campanha de Vicente o brilho que faltava, a determinacao a credibilidade, ela promete defender
as diretrizes do PT e ser uma Vice como nunca antes na historia de Itambacuri, promete administrar, ela promete e quando Silene promete nos confiamos.

Nao vou esconder que fiquei decepcionado com o resultado, conheci Vicente de perto e me decepcionei com suas artimanhas politicas, mas confio e muito na sua candidata a vice e sei que ao decorrer do tempo o povo vai sentir que era ela o tempo todo que deveria sair como prefeita.

Esse ano de 2008 esta sendo para o mundo um ano rico em transformacoes politicas e para Itambacuri tambem, agora a campanha realmente comecou, Vicente e turma que se preparem, pois o PT na pessoa de Silene e quem realmente vai puxar os votos necessarios para a vitoria e Silene nao ira comprometer nem ela nem o PT na proxima administracao.

PHS, PSDB tanto fez que amarrou o PT, mas logo eles irao notar que assim como o grande Imperio Romano pensou ter invadido a Grecia, foi na verdade a Grecia que invadiu roma com toda sua cultura.

PT se renova em Itambacuri

O PT de Itambacuri exige Participacao na administracao 2009-2016 ou controle do Legislativo, nada menos basta!

Chupa!

Olha como esse povo aumenta.

Disseram que Sanderson foi parar no balão de oxigênio com a notícia do encarceramento de Natal!
Rarara!

Por essas e outras e que vim para Pasárgada

Nunca saberemos se o povo festeja o aniversario da cidade ou a prisao de Natalino, iniciando o fim de uma era de lambanca.

O tempo não para! Se o leitor fizer uma retropesctiva no Blog, ira constatar que o Prefeito de Itambacuri Preso nao e novidade, apenas coisa de tempo, vamos aguardar agora as prisoes dos Perdigoes e seus laranjas (olha que da um prato maravilhoso), sabemos que na Secretaria de Planejamento passou gente que conhece muito bem esse campo de testa de ferro. Sera que a irma do Prefeito ainda se orgulha de ter comprado a prefeitura pro irmao lambao?? Para reler algumas passagens do Blog basta navegar no calendario ao lado, para facilitar coloquei esta sobre Natalino que escrevi em 2006!

Natal o Cordial

Combate simpático ao empreguismo!

Nepotistas nem sempre são canalhas convictos. Quando observamos seus esforços para justificar a nomeação de parentes e amigos em cargos públicos, percebemos em alguns deles uma sincera opinião de que aquilo que fazem é perfeitamente legítimo. O nepotista tradicional, defensor dos bons costumes, jamais se considera um imoral; ao contrário dos cínicos, ele acredita, de todo o coração, que não há nada de errado em encaixar a esposa, a sobrinha ou o cunhado no serviço municipal, designando seus auxiliares através dos critérios da intimidade pessoal. Assim, para examinarmos essa prática tão enraizada em nossa cultura, parece interessante iluminá-la com um termo sociológico de grande força explicativa: o conceito de “homem cordial”, desenvolvido por Sérgio Buarque de Holanda, em um livro que, não por acaso, chama-se Raízes do Brasil.

O termo “cordial”, tal como empregado, não se refere à idéia de polidez e de boa educação. Cordial está ligado etimologicamente à palavra cordis, que em latim significa coração. Ou seja, o homem cordial é aquele que pensa e age com o coração. Seja de forma afetuosa, seja de forma intempestiva, o cordial é incapaz de estabelecer, no espaço público, outras modalidades de relações que não aquelas baseadas nos delicados laços de intimidade que regem a vida privada.

Nas relações de trabalho, o homem cordial não consegue instituir um convívio profissional com os colegas ou com secretarios. O cordial só é capaz de relacionar-se através de alianças emocionais. Dessa forma, em vez de ordenar-se em um ambiente fundamentado pelo coleguismo, o cordial procura ligar-se aos outros através de relações pessoais de intimidade – o que pressupõe sentimentos como amizade e benevolência, mas também inimizade e ódio. Assim, as relações profissionais, que deveriam pressupor metas e objetivos alcançados através de disciplina e civilidade nas relações, acabam se consumindo em todo tipo de fervores passionais. O ambiente de trabalho se esvazia da necessária impessoalidade e se enche de “amigos”, “inimigos”, “protegidos” e “desafetos”. Conseqüentemente, os critérios de avaliação profissional deixam de considerar a competência e o talento para valorizar unicamente os pactos de estima pessoal.

Ao projetar na vida pública essa lógica da convivência íntima familiar, o cordial confunde os espaços público e privado e passa a apropriar-se do público como se este fosse o seu território particular. E aí está um dos elementos responsáveis pelo atraso no nosso município, e que explica também a moral familiar e anti-social do corrupto. Max Weber percebeu que, ao contrário do que diziam os positivistas, o Estado não é a continuação da família. Na verdade, o Estado moderno se funda exatamente com a superação dos valores da moral familiar através da conduta ética impessoal na sociedade. E é justamente por isso que a simpática tradição do nepotista é tão nefasta para a cidade e para o país. Enquanto as alianças familiares e os laços de amizade permanecerem garantindo cargos no serviço público, desencorajando com isso o talento, a competência e o esforço pela formação profissional, permaneceremos uma país cordial, mas atrasado, injusto e corrupto

Uma Pergunta

Gente, quanto ao prefeito atras das grades eu comentarei depois, mas fica aqui uma pergunta…

Como que  Sanderson, o secretario/telefonista/informante/aspone/queimafilme, ira entrar na PF pra puxar o saco do prefeito?

Itambacuricópolis na Eleição Municipal

Gente, ta chegando perto as eleições para Prefeito ou Prefeita de Itambacuri.

Digo que vai queimar muita pólvora, Itambacuri vai pegar fogo, o negócio promete.

Foguete para todo lado. Na falta de propostas

Postarei aqui as melhores bombas, já que eles gostam tanto delas, sem atalhos, sem compromisso com a hipocrisia, sem vaselina.

Vem ai, Itambacuricópolis Eleições 2008!

O que é Justiça?

 por J. B. Herkenhoff

Primeiro dia de aula. Eram todos calouros do Curso de Direito.

Logo depois da chamada, o jovem inquieto, antes mesmo que eu me apresentasse como professor, lança a pergunta:

– “Professor, que é Justiça?”.

No semblante do jovem, percebi que havia mais do que uma dúvida intelectual. Ele me colocava uma questão existencial. Questões existenciais angustiam a alma humana, não esperam o momento de se expressarem, não respeitam o plano de aula que o professor tivesse preparado.

– “Você me propõe uma questão polêmica”.

Foi como iniciei a resposta, enquanto tomava fôlego.

Segundo o ensino clássico, a Justiça explicita-se de três maneiras fundamentais: como Justiça comutativa; como Justiça distributiva; como Justiça geral, social ou legal.

A Justiça comutativa exige que cada pessoa dê a outra o que lhe é devido. A Justiça distributiva manda que a sociedade dê a cada particular o bem que lhe é devido. A Justiça geral, social ou legal determina que as partes da sociedade dêem à comunidade o bem que lhe é devido.

“Entendi tudo, Professor. Mas queria um conceito mais concreto. É o primeiro dia de aula. Estamos perplexos diante do Curso que vamos fazer”.

Lembrei-me, então, de Jesus Cristo, que ensinava por meio de parábolas. E lhes contei um caso.

Era uma vez uma viúva cujo marido foi morto, num acidente de trânsito, por um veículo do Estado. O senhor atravessava a rua, atentamente, aproveitando o sinal verde. O carro, em velocidade, não respeitou o sinal. Chocou-se com o homem e arremessou seu corpo a metros de distância.

A viúva, que tinha seis filhos menores, ingressou com uma ação contra o Estado do Espírito Santo, por meio da Defensoria Pública.

Ação muito bem instruída e conduzida, a viúva obteve do juiz sentença favorável, que condenou o Estado a reparar o dano, pensionando a viúva e também os filhos, estes enquanto durasse a menoridade.

Os processos, na Justiça, não andam rapidamente. Enquanto aguardava o desfecho do caso, a viúva, com seus filhos, estava passando duras privações.

Mesmo dada a sentença pelo juiz, a mesma não seria executada de pronto. Manda a lei que, nas sentenças contra o Estado, o juiz submeta, obrigatoriamente, o caso ao duplo grau de jurisdição.

Dizendo em outras palavras: quando o juiz decide uma questão contra o Estado é obrigado a mandar o processo para o Tribunal, a fim de que a matéria seja reexaminada.

No Tribunal o processo demora mais algum tempo, até que os autos retornem ao juiz. E, às vezes, demora tempo demais.

Era Procurador do Estado, no processo, o Doutor Hélio Charpinel Goulart, hoje falecido.

Vendo a situação da viúva e das crianças, bem próxima da miséria, o Procurador requereu ao juiz que, naquele caso, deixasse de mandar o processo para o Tribunal e ordenasse a execução imediata do julgado. Estando ciente de que descumpria a literalidade da lei, o Procurador requereu ao juiz que oficiasse ao Procurador Geral do Estado, dando conta ao mesmo do procedimento dele, Hélio Goulart. Se o Procurador Geral entendesse que seria merecido aplicar-lhe uma punição, o Procurador disse que aceitaria, de bom grado, a punição. Preferia ser punido do que afrontar sua consciência e retardar ainda mais a prestação de Justiça, de que a viúva e os filhos menores eram credores. Disse mais o Procurador. Há um valor em jogo, que é mais importante do que cumprir cegamente o princípio do recurso obrigatório, nas sentenças contra o Estado. O Estado, mais que o particular, tem o dever de ser justo, de socorrer o fraco, de prevenir a indigência. Esse dever do Estado é uma imposição da Constituição Federal, na forma do que preceitua o inciso III do artigo 1º.

Atendendo o que pediu o Procurador, o juiz submeteu o procedimento dele, Procurador, ao crivo dos superiores hierárquicos. E o próprio juiz assumiu também a responsabilidade por aquela quebra da “literalidade legal” pois lhe cabia também determinar a subida dos autos para a instância superior.

Na Procuradoria Geral do Estado, o caso gerou polêmica. Mas afinal decidiu o Procurador Geral que a hipótese em exame era uma exceção. O Procurador não merecia punição. Pugnara pela Justiça e Justiça deveria ser feita à viúva e aos órfãos.

Depois de contar a história, dirigi-me ao jovem aluno que, a esta altura, já estava de cabelo arrepiado e de olhos estatelados:

“Isto, meu caro aluno, é Justiça. É a Justiça do caso concreto. É a realização da Justiça distributiva, a que me referi, antes de contar esta história”.

Entrevistas Marcadas – Encontro Marcado

O Itambacuricópolis não pára, depois do sucesso de sua primeira entrevista, ensaia as duas próximas que prometem o mesmo resultado.

Silene Alves e Josemar Rodrigues, são entrevistas marcadas de uma série que viajará pelos bastidores de nossa sociedade, os dois aceitaram o convite do Itambacuricópolis, numa pauta voltada a Itambacuri e nosso povo. Nenhum recebeu a bateria de perguntas ainda, porém, dado a capacidade intelectual de ambos, tenho certeza que será uma boa leitura, não deixem de conferir o Itambacuricópolis e as entrevistas.

Ate lá!

Rubens Luiz de Magalhães Filho

sp_a1041.jpg

Missionária Alessandra, ela crê

O Itambacuricópolis inicia uma nova fase, entrevistando gente nossa, falando de assuntos que nos interessa. É com muito prazer que inicio esta série de entrevistas com Allessandra Gomes, filha de nossa querida Bezinha. Léia como a maioria a conhece, passou e vem passando por uma transformação que maravilha os que acompanham a sua evolução. Geneticamente e esperitualmente abençoada com uma mente brilhante, hoje Missionária, ela nos traz as boas novas com um frescor único e necessário, numa mistura de personalidade e missão, ela nos fala de Jesus Vivo, atravessa o preconceito com tranquilidade, alerta com autoridade e aprende com humildade, soprando uma nova força feminina por onde passa. Tive a oportunidade de encontrar esta nova Alessandra nos meus dias em Itambacuri, foram horas e horas de ótimos papos. Ela veio enriquecer a missão de Cristo em nossa cidade, e a vocês que podem, não deveriam deixar passar a chance de conhece-la melhor. Aqui vai com carinho um pouquiho dela para todos, espero que gostem.

Por Rubens Magalhães – 04-Jan-2008

R:Mulher, Jovem, Solteira. Como tem sido a sua aceitação como líder de um Ministério Cristão?

A:Essas três características, infelizmente, tem sido motivo de muito preconceito no meio cristão, some-se a isso que sou nova convertida, então, há mais preconceito ainda. Essas são características de alguém que não vai ter sucesso no ministério. Mas para a surpresa de todos Deus tem prosperado essa obra. Mas aqui em Itambacuri a rejeição é ainda maior, os grandes centros estão acostumados com mulheres na liderança eclesiástica. A grande maioria dos nossos irmãos em Cristo não reconhece nosso ministério e nem a minha liderança, mas creio no que a Bíblia diz:” mas deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias…” ( 1co 1:27). Não me intimido com preconceitos nem com o que a maioria diz, porque aprendi que nem sempre a maioria está certa, quem não respeita a minha liderança, não é problema meu, é destas pessoas com Deus, pois, foi ele quem me escolheu.

R:No seu perfil online (orkut) você diz que ja foi normal, o que você quer dizer com “Normal”?

A:”NORMAL” É um termo que uso para definir a mentalidade da maioria, ou seja, uma cultura moldada para o egoísmo, estagnada, ociosa em sua maneira de pensar, imediatista, vazia em sua essência, injusta, em só querer levar vantagens mesmo que passe por cima dos direitos de outros (uma cultura bem brasileira)…etc. Quando alguém tem coragem de tomar atitudes corretas em relação ao mundo, as pessoas e Deus, elas são taxadas de radicais ou moralistas, isso é um grande engodo para nos intimidar e nunca sair do lugar.

R:Como você resumiria o trabalho do seu Ministério em Itambacuri?

A: Jesus, uma certa vez, disse que iria derramar um vinho novo sobre o mundo, mas não usaria odres velhos, mas sim os odres novos (mc 2:22). creio que é isso que Ele está fazendo em itambacuri e está usando nosso ministério. somos um povo que não se contenta com religiosidade, pois ela é um câncer que mata nossa vida espiritual. Deus espera mais de nós do que nossa frequencia em qualquer igreja. Ele quer a nossa vida. tenho pregado muito sobre o perigo de conhecermos Jesus e continuarmos na mesma. todas as pessoas na Bíblia que se encontraram com Jesus, nunca mais foram as mesmas. a Bíblia não serve para adquirirmos mais conhecimento, ela serve pra mudar nossa vida. é preciso viver aquilo que aprendemos na palavra de Deus, não ser apenas ouvintes passivos. Nosso ministério não fica esperando as pessoas virem à igreja, nós vamos até onde as pessoas estão. Além dos cultos, temos o que chamamos de células, que são pequenos grupos que se reunem nas casas das pessoas uma vez por semana, pois isso gera um ambiente mais íntimo e familiar. Tem sido uma bênção pra muitas famílias

R:Sei que você adora ler, qual o livro, depois da Bíblia, você nos recomendaria?

A:Seria uma lista enorme, mas certos livros nos marcam. ” A Cruz de Hitler” é um livro de história da igreja que me marcou muito, devido a história trágica do holocausto judeu, o autor é investigativo, mostrando fatos que a mídia não mostrou…é demais. “O Homem do Céu” eu recomendo, porque é uma história real de um irmão chinês, perseguido por sua fé em pleno ano de 2001, é um absurdo o que acontece na china e nós não ficamos sabendo. E vários outros… “Uma Vida com Propósitos”, “Sócrates e Jesus”, “Os Segredos do Pai-Nosso”, “O Mestre da Vida”, “Nunca Desista dos Seus Sonhos”,…

R:Você vem de uma criação Catolica. Você tem encontrado algum preconceito em se declarar Crente?

A:Minha formação é catolica mesmo, nossa famíla sempre foi muito ligada ao tradicionalismo, mas devemos romper com isso também. O problema está no rótulo “crente”. Muitos estão perdendo a oportunidade de conhecer Jesus pessoalmente, por causa do rótulo. O preconceito existe, mas como já disse acima, não me importo nem intimido com preconceitos. Jesus também foi discriminado pelos próprios judeus e era filho de Deus, imagine nós!

R:Mudar! Esta palavra vem cheia de significado, é um verbo pouco exercido em nossa região, você é exemplo de alguem que mudou, o que seu Ministério tem a dizer sobre mudar?

A:Mudar, quebrar paradigmas, ser diferente…realmente são palavras indecentes no nosso meio, parece que tá tudo tão errado, que ás vezes parece certo. Uma das justificativas para permanecer no mesmo lugar sempre é:” todo mundo faz assim…” não adimito essas desculpas como meio de permanecer estagnado. Por exemplo, bato muito na tecla sobre a mentira, pois descobri chocada que é “normal”, e que em alguns casos é necessário. Mas sou 100% contra qualquer tipo de mentira, prego sobre isso toda semana, porque não encontro legalidade em Jesus para mentir. Quando alguém decide falar a verdade sempre como a bíblia nos orienta, somos taxados de radicais. As pessoas em Itambacuri estão tão céticas sobre mudança, que ficaram anestesiadas quanto a qualquer mudança. Acho que nós podemos juntos fazer de Itambacuri um lugar melhor, mas ninguém faz nada. Nossa política, por exemplo, não muda há anos, mas isso não é motivo para perder a fé que algum dia possa melhorar. Sou a favor do voto consciente, vigiar e cobrar aqueles que elegemos. Estou fazendo a minha parte, se mudarmos a maneira de pensar já estamos dando um grande passo.

R:Poucas pessoas sabem das reuniões em sua casa, quando são as reuniões e quantos membros frequentam?

A:Parece que notícia boa dá pouco ibope, realmente poucos sabem da nossa igreja. As reuniões são nas quartas e domingos ás 19:30. Já temos, aproximadamente, 35 pessoas.

R:Sei que você procura um lugar para reunir, como anda esta procura?

A:É verdade, estamos procurando um lugar pra alugar, pois aqui já está pequeno, e além disso, já temos mais de 10 crianças e elas precisam de lugar só pra elas. Estamos dando preferência a um lugar aqui na várzea, mas ainda não encontramos.

R:Jesus! Em poucas palavras, o que você gostaria de dizer aos nossos leitores sobre Jesus?

A:Jesus, ao contrário do que aprendi, está vivo. Esse é o grande motivo da nossa fé. Ele tem um cuidado inexplicável com nossas vidas, porque mesmo antes de pensar Nele, Ele já pensava em nós. Ele é a razão de tudo, depois de conhecê-Lo pessoalmente cada dia é um grande desafio para nos aproximarmos mais da Sua doce companhia. Mas a melhor parte é que Ele vai voltar em breve para buscar aqueles que esperam por Ele. Esse dia está próximo e será o dia mais glorioso para todos nós.

R:Palavra! Gostaria que você terminasse este nosso papo deixando nossos leitores com algumas palavras de sabedoria. Quais serão?

A: A vida é muito mais do que o aqui e agora. Somos seres demasiadamente importantes para acabar com a morte. Tudo que fazemos aqui na terra, ecoa na eternidade. Não confunda curtir a vida, com destruir a vida…eu confundi, mas teve jeito pra mim…Jesus nunca olha para o nosso passado, mas para o nosso futuro. Não importa como começamos nossa história, mas como terminamos. Todos temos a oportunidade de mudar nossa trajetória, é só ter coragem para dar um passo de fé, e deixar Deus nos usar para cumprir seus propósitos eternos. Transcender o que é aparente deve ser o nosso objetivo…a Bíblia diz: “As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam.” (1Co 2:9). EU CREIO…

buchicho!

um fala aqui outro comenta acolá, acontece que, a candidatura de Silene  que começou apenas como um buchicho em Outubro de 2006, tomou proporções que preocupa os senhores da politicagem. O buchicho é o estimulante da política mineira, oposto do boato, um buchicho nasce de um fator determinante o tornando um fato, buchicho não é apenas um sussurro, mais que isso, com o buchicho nasce grandes transformações políticas, buchicho alimenta o debate, fomenta tomada de posições, buchicho é a voz da opinião que tramita pela sociedade sem alarmes, sem bandeiras, com  força edificadora capaz de derrubar os padrões atuais e estabelecer  o desejo de uma sociedade.

Buchicho aqui buchicho acolá, e assim vamos continuar a nossa silenciosa mudança, passem a mensagem adiante, se por um acaso  encontrar com Silene, de um sinalzinho, ela vai saber que você também faz parte da transformação, mas lembrem-se, não façam muito alarme para não despertar  os outros  candidatos, vamos comportar como bons mineiros, calados!

Emvermelhando

“Itambacuri quer mostrar sua cor em 2008…”

“O coração bate do lado esquerdo do peito…”

Cobertura nua e crua das eleições 2008

Leiam o Itambacuricópolis apartir de 1º de Janeiro 2008!

Post Navigation