ITAMBACURICOPOLIS

Nossas Senhoras da Assistência Social

É fato que justamente no social, onde as mulheres hoje comandam que se encontra a nossa maior chaga administrativa, mirando a próxima eleição, mais uma vez as Damas de Espada não inovou, tirou a Assistência Social da inércia e ensaia transforma-la na principal vedete eleitoreira embalada pelo Samba do Crioulo Doido.

Se algum eleitor desinformado pensa que as ultimas mudanças no quadro da assistência veio para assistir e cumprir o que é de natureza da finalidade estão enganados.

As senhoras da assistência tanto municipal quanto judicial criticam seus usuários, não entendem a problemática, as mesmas que usufruem dos cargos com ideários elitistas, são as mesmas que cobram austeridade na formação dos nossos filhos e culpam os trabalhadores semi-escravos por deixarem os seus ao deus-dará; pois precisam trabalhar dia e noite, com o propósito de mal alimentar seus rebentos. Culpam estes até por darem cria.

Para entender melhor as novas contratações de socialites travestidas de socialistas na área social, vamos ter que voltar no tempo e reviver 50 anos de historia, onde era comum as socialites, colocando elegantemente para não dizer trambiqueiras, separar doações de roupas e artigos vindos do exterior em favor próprio, ou mesmo lembrar que já vem de longa data os desvios não só de roupas mais também de alimentos, verbas e cargos. De lá pra cá, podemos ver o estrago, podemos ver as mazelas por toda parte e mesmo assim, elas insistem em continuar no mesmo caminho.

Para ter uma visão melhor do quadro, sugiro ao leitor, escrever em um pedaço de papel os nomes das recentes contratações e fazer as ligações com a historia suja e recente de nossa política, verá a estratégia para manter a hegemonia do controle, verá que as famosas famílias do poder tramam em almoços à francesa a consolidação do status-quo que lhes serviram tão bem até agora.

Nada como o calor fervente das denuncias para fazerem os blocos que estavam separados derreterem e se unir em defesa da casta e contra um inimigo em comum, o risco de perder a teta.

Constata-se que as mulheres não se mostram nada diferentes dos maridos. Incapazes de reverter o quadro atual, as nossas senhoras do social revelam-se cada vez mais maquiavélicas e gananciosas.

Advertisements

Single Post Navigation

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: